quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Você sabe o que Literatura de Cordel?

Literatura de Cordel são folhetos onde trazem poemas populares, que ao serem vendidos em cordas ou cordéis, deram origem ao seu nome. São criados em forma de rima de possuem ilustrações. 
CordelNo Brasil, a literatura de cordel é encontrada no Nordeste, principalmente nos estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. Costumava ser vendida em mercados e feiras pelos próprios autores. Hoje também se encontra em outros Estados, como Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, e são vendidos em feiras culturais, casas de cultura, livrarias e nas apresentações dos cordelistas. Os estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. Costumava ser vendida em mercados e feiras pelos próprios autores. Hoje também se encontra em outros Estados, como Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, e são vendidos em feiras culturais, casas de cultura, livrarias e nas apresentações dos cordelistas.
Cordel também é a divulgação da arte, das tradições populares e dos autores locais e é de inestimável importância na manutenção das identidades locais e das tradições literárias regionais, contribuindo para a perpetuação do folclore brasileiro.

Vejam alguns modelos de Cordéis feitos para crianças:


CONTANDO A HISTÓRIA DOS NÚMEROS
Autora: Ana Raquel Campos
Folhetaria Campos de Versos
( cordel infantil )
A história desse cordel
Faz tempo que começou
Há muitos e muitos anos
Quando o povo precisou
Contar o que possuía
Pra saber o seu valor
Era preciso contar
As ovelhas que criavam
Contavam também os bois
Os peixinhos que pescavam
O trigo que se colhia
E os animais que caçavam
Eles contavam também
O tanto de noite e dia
Para poder controlar
A plantação que nascia
O dia que se plantava
O dia que se colhia...

(Para continuar lendo clique aqui!)


BRINQUEDOS POUPLARES
Autora: Ana Raquel
Folhetaria Campos de Versos
(cordel infantil)
Todas as crianças gostam
De um brinquedo ganhar
Sozinha ou acompanhada
De alguém pra poder brincar
Brincando se desenvolvem
Não vê o tempo passar
Mas antes de fabricarem
Esses brinquedos que a gente
Compra quando vai à loja
Pra dar a alguém de presente
Existiam outros brinquedos
Usados antigamente
Esse brinquedo era feito
Pelas mãos de um artesão
Que usava materiais
Para a sua construção
Sucata de todo tipo
Lata, papel, papelão...

(Para continuar lendo clique aqui!)

Clique aqui para ler um pouco do cordel

MEU DENTINHO DE LEITE (cordel infantil)
Autora: Ana Raquel Campos
Folhetaria Campos de Versos
Nosso corpo vai mudando
Quando a gente está crescendo
Muitas coisas diferentes
A gente vai aprendendo
Pois é dessa forma que
Vamos nos desenvolvendo
Dentro da nossa boquinha
Também tem muita mudança
O dentinho que era duro
De vez em quando balança
Fica até parecendo
Que ele gosta d’uma dança
Toda a nossa família
Começa a acompanhar
A mudança do dentinho
Que está a balançar
Falam que o dente de leite
Está pra cair já já...

(Para continuar lendo clique aqui!)

Clique aqui para ler um pouco do cordel 

NA CASA DA MINHA VÒ
Autor: Abdias Campos
Folhetaria Campos de Versos
        (cordel infantil)
Na casa da minha vó
Muita coisa boa há
Muitos primos, muitos tios
Muita comida que dá
Pra alimentar todo mundo
Que vive passando lá
E por falar em comida
A de lá sempre é melhor
Docinhos, bolos e tortas
Só na casa da vovó
Já tô com água na boca
Com cheirinho do bobó!
Quando a minha mãe viaja
Antes pergunta pra mim:
- Onde você que ficar?
E eu lhe respondo assim:
- Lá na casa da vovó...
Vai mamãe, diga que sim!...

(Para continuar lendo clique aqui!)

Fontes:  Abdias Campos


Nenhum comentário :

Postar um comentário